Um triste pouquinho de Brasil.



William Francis de Oliveira Morais - 01/03/91 - 06/02/11

Descanse em paz, guri...

Coincidentemente, as três notícias estão relacionadas ao Corinthians. Mas, por favor, ao ler esse texto, esqueça toda e qualquer rivalidade clubística. O que será abordado aqui não é nenhum motivo para brincadeiras, piadinhas ou coisas do gênero. O assunto é sério e, infelizmente, um triste retrato do país em que  vivemos.  Mas se, por acaso, o amigo conseguir rir de tudo isso reveja seus conceitos ou faça análise, pois se não é louco, você periga a ser um babaca. E, além do mais, a barbárie e a falta de educação não escolhem bandeiras.

O fim de semana está  horrível para o futebol brasileiro. Morte, violência, discussões tolas, existiu de tudo no cardápio de sandices que tomou de assalto o, em teoria, noticiário esportivo nacional.

Primeiro, não na ordem cronológica, mas na de importância, houve o falecimento do jovem meia William Morais, cuja vida foi ceifada por delinquentes, na saída de uma festa, em Belo Horizonte. Que desgraça de Nação é essa? É a mesma que, nos últimos anos, teve um decantado desenvolvimento? Mas que raios de desenvolvimento é esse, se o cidadão de bem continua não podendo andar tranquilamente pelas ruas? Ser desenvolvido significa somente poder se atolar em dívidas nessas linhas de crédito facilitadas, que nos trouxeram a falsa impressão de estarmos nos tornando grandes? E que Código penal é esse, que mantém  livre um indivíduo com ficha suja na (in)Justiça?

E por falar em Código Penal, passou da hora de sua aplicação em relação a esses marginais travestidos de torcedores. Porque as causas desse tipo de violência são conhecidas. As consequências também. Só faltam, então, as providências.  E não adianta, nesse quarto parágrafo, ficar  lembrando da falta de educação e da ignorância que assolam a nossa sociedade. Porque isso, amigo, não muda de uma hora para a outra. Claro, não há como deixar de lado a questão social do problema, mas, por enquanto, não resolve apelar para o academicismo. Agora, somente medidas drásticas podem impedir a ação desse, literalmente, bando de loucos, que vem impondo terror no CT corinthiano. Mas, antes de prosseguir, um adendo. O cabra tem de ser muito safado e idiota para perder o tempo de ir para onde quer que seja brigar por causa de futebol. Eu fico imaginando, por exemplo, a vergonha que não devem sentir os pais desses imbecis, quando os vêem na televisão em cenas tão deploráveis. Aliás, há aí um outro enorme problema. Porque esses animais, alguns deles, provavelmente também são pais de família. E o exemplo? E o que essas crianças serão quando crescerem? Outros vândalozinhos?  Por isso, gente, a hora é agora. Caro Sport Club Corinthians Paulista, o senhor tem a chance de fazer História. Faça um favor a si mesmo e a imensa massa de bem que por ti vibra. Registre as caras feias desses babacas, expostas, hoje, em fotos e vídeos por toda a internet, e os impeça de voltarem, pelo menos nessa encarnação, a assistir a um jogo do Timão in loco. E tem também para o Ministério Público, a Polícia, ou quem quer que seja. Providências para ontem, meus filhos. E providência, quando o assunto são marginais, é cadeia. Simples assim.  Por fim, jogadores de futebol, se dêem o respeito. Nesse sábado, por exemplo, apareceu um tweet do ex-corinthiano Elias que dizia "entendo aqueles q foram no CT cobrar, xingar, acusar, pressionar é o direito do torcedor, mas violencia não rola." Entender o que, cara?  Parem com essa mania de fazer média com bandidos. Ou, por acaso, vocês vão ao trabalho de alguém xingar? Eu espero que não. Se bem que, na internet, de vez em quando sai um palavrãozinho, né?

Palavrões e ofensas como as trocadas entre os ex-jogadores Neto e Ronaldo. Que patético. Aliás, é patética a relação de alguns atletas com o microblog da moda. Confesso, prefiria quando não tinha conhecimento do que esses caras pensam. Pelo menos assim, vivia na falsa ilusão de que a maioria deles raciocinava algo de útil. E o tal craque da Band, hein? Amigos jornalistas, os senhores devem se sentir ofendidos quando vêem uma calamidade daquela apresentando um programa, não?

E, não tem jeito, terminaremos essas linhas da mesma forma que em outras inúmeras ocasiões: babando o ovo do estrangeiro. Na Inglaterra, uma rodada de 41 gols em 8 jogos. Fora o sensacional Newcastle 4 X 4 Arsenal, aula da torcida dos Magpies de como amar um time, mesmo nas condições das mais adversas. Na Alemanha, Colônia 3 X 2 Bayern, outro show de bola. Na Espanha, Messi. E o nome Messi, por si só, já é sinônimo de espetáculo.  E eu vou falar o que, "cumpade"? Que esse lamentável pouquinho de Brasil é que presta?

Tá feia a coisa...

Que o restante do domingo seja melhor para todos nós. Abraço!

Por Roberto Junior

1 comentários:

  1. Caro Roberto...

    Só tenho que perguntar: onde eu assino???

    Parabéns!!!

    No Fut-Race, informações sobre o grave acidente sofrido pelo polonês Robert Kubica e um resumo de sua carreira.

    Luciano Campos.

    Fut-Race - Futebol e Formula 1
    Acesse e comente: www.fut-race.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author