SHOW DE "BOLA"!.........OU NÃO???

Os craques são os protagonistas da Copa do Mundo. Mas uma ‘coadjuvante’ tem papel fundamental: a bola.
A propósito, nas últimas Copas do Mundo, muitos atletas desde goleiros até atacantes, quase todos reclamaram da Bola Oficial da Copa do Mundo. Nesta Copa da África, o que distingue a “Jabulani” das suas antecessoras é a revolucionária tecnologia Grip’n’Groove, que proporciona padrões de voo e trajectórias excepcionalmente estáveis e aderência perfeita em todas as condições. Sem costuras, a Jabulani é formada por apenas oito painéis moldados em conjunto, envolvendo de forma harmoniosa a carcaça interior. O resultado é uma curvatura perfeita, segundo os especialistas da Adidas a Jabulani é a bola mais redonda de sempre.
As bolas de futebol já foram mais rústicas, pesadas e irregulares. A primeira bola descoberta terá cerca 450 anos e apareceu em Stirling na Escócia.
As primeiras bolas de futebol tinham uma abertura por onde entrava uma câmara inflável de borracha. O principal problema surgia na hora de cabecear, quando o cadarço que amarrava a fenda machucava a cabeça dos jogadores - por isso, muitos deles usavam uma touca!Na década de 40, a bola que imperava nos gramados tinha uma costura interna, sem a abertura e sem o cordão. Mas o seu couro marrom ficava encharcado nos dias de chuva e nos campos cheios de lama.
Anos 60 e 70 - As bolas ainda eram feitas de couro, mas com um diferencial, eram impermeabilizadas, ou seja, não ficavam encharcadas em campos molhados.
Anos 80 - Os materiais sintéticos começaram a ser usados na fabricação de bolas. O aspecto visual e a durabilidade do material conquistaram a atenção dos jogadores.
Anos 90 - Chegou a vez dos polímeros! As bolas fabricadas a partir deste período ficaram mais leves graças à presença de polímeros. O poliuretano (altamente durável e leve) é usado como revestimento e nas camadas internas se emprega o poliestireno, as câmaras de ar (presentes no interior da bola) são de látex.
Início do século XXI - Os polímeros chegaram para ficar, a prova disso é a composição das bolas mais modernas: sob o revestimento de poliuretano se emprega dez camadas de poliestireno e na câmara é usada a borracha butílica. A tecnologia deste século permite que os gomos da bola sejam unidos por ligação térmica em vez de costuras.
A primeira Bola Oficial de uma Copa do Mundo foi exatamente na Copa de 1970 (Telstar) a partir daí com a inovação tecnológica seguiram-se as bolas Tango, Azteca, Etrusco Único, Questra, Tricolore, Fevernova, Teimgeist e Jabulani (Copa 2010).
Mas afinal os mesmos que vêm criticar e/ou reprovar a “bola”, são os maiores beneficiados com as novas tecnologias no futebol. Equipamentos, calçados não aumentaram e aprimoraram as suas performances? A bola continua tendo os mesmos registros oficiais: circunferência (+/- 70cm) e peso (+/- 450 g), o problema será o patrocinador?? A “prática” de quem entende do riscado não será mais confiável do que a “teoria” da engenharia de quem a estuda?? Não seria melhor a FIFA estabelecer um concurso da “Bola Oficial” da Copa do Mundo com um júri formado além de engenheiros por atletas ou ex-atletas???
A tecnologia no futebol em termos de equipamentos não vai parar e a bola do futuro promete ter um GPS no seu interior. Por exemplo: Se for para o escanteio, acende uma cor, se for para lateral, acende outra. Além disso, deve ser fabricada com um material transparente que a permitirá permanecer cheia sozinha, entre outras inovações que acontecerão no futuro.


4 comentários:

  1. A Copa do Mundo é o evento mais importante do futebol. Não dá pra usar uma bola que nunca foi usada antes. Tudo bem fazer um layout diferente pra chamar a atenção durante a Copa, mas mudar radicalmente a tecnologia, sem testar antes para saber se os jogadores vão aprovar, é uma grande mancada da FIFA...

    ResponderExcluir
  2. Rafs, a bola foi usada na última Liga Alemã e foi enviada às Federações com antecedência...Essa da CBF não cola.

    Bola pesada, uniformes arcaicos, gramados nem sempre adequados. Foi nessas condições "impraticáveis" que gênios como Pelé, Nilton Santos e Garrincha construíram sua História, com "h" maiúsculo, no futebol. E nunca reclamaram.



    Camisas que aborvem o suor, tapetes impecáveis e pelota criada sob medida. É com esses privilégios futebolísticos que os pseudo-ídolos da Seleção de Dunga criam ladainhas regadas a reclamações e, como diria Joel Santana, "palhaçadinhas".



    Troço chato as constantes reclamações a respeito da Jabulani, a redonda oficial da Copa. Queriam o quê, os "pobres coitados"? A bola do patrocinador, é? Ah! Mais logo vocês que dizem que o mais importante é "defender o Brasil" na África? Coisa feia querer fazer média com o "colaborador" às custas da "Amarelinha", hein?



    Aliás, como tem sido irritante acompanhar o noticiário brasileiro na casa dos Bafana-Bafana. "Dunga barra balada", "Jogadores passeiam no shopping", "Júlio Baptista é fera no golfe", "Kaká vai ser o camisa 10 da Seleção",são apenas alguns poucos exemplos da imensa relevância dos assuntos veiculados na mídia, quando o assunto é o time de Robinho e companhia.



    Poxa, seria legal saber como a comissão técnica viu a boa atuação da Costa do Marfim, o segundo adversário, contra o Paraguai, em amistoso ontem, ou então ouvir dos jogadores a opinião sobre Espanha, Suíça e Chile, mais prováveis rivais nas oitavas. Caramba, isto dá audiência também, gente! Parem de nos tratar como bovinos, pelo amor de Deus!



    A Seleção Brasileira não precisa de bajulação e manipulação de mentes para receber apoio. Vitórias, gols e, não é pedir muito, um futebol convincente é tudo o que povo gosta e espera ver a partir do duelo contra a Coréia do Norte.



    Ao tentar forçar a barra para promover a empatia entre público e equipe, uma parcela da imprensa corrobora justamente para o inverso. Aos meus olhos, por exemplo, a Seleção de Dunga, já controversa pelo que faz dentro de campo, também se torna a cada dia uma imensa "mala" fora dele.



    Uma boa tarde e um abraço a todos!

    ResponderExcluir
  3. Hum... não sabia que essa bola já tinha sido testada oficialmente. Bom, se foi aprovada em campo, então agora não há mais o que reclamar. Vamos mesmo falar de futebol, que é mais interessante :)

    ResponderExcluir
  4. Vi o povo reclamando da bola de vôlei na última liga, niguém liga, mas deveria. Ricardo, gostei do post, muito curioso! Vamos de vôlei amanhã e sexta? Brasil totalmente novo!!!! Seleção de Ouro! Beijos!

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author