O tempo passa e...

...como as pessoas são cruéis.

Tudo tem hora certa

Dante voltou a seleção brasileira e ao final deu um depoimento emocionado dizendo que sentiu saudades e que o momento era muito especial, ele estava feliz, como todos nós em vê-lo acabar com o jogo em minutos, na sua melhor forma e com a propriedade de sempre.

Pois bem, falemos do Murilo( foto), vocês se recordam dele assim, com essa cara de menino? Foi desta forma que ele chegou à seleção brasileira, com seus vinte e pouquíssimos anos, na sombra do irmão Gustavo, reserva do melhor do mundo Giba e de um Dante quase o segundo melhor do mundo. Murilo trabalhou duro e esperou a sua vez, porque tudo tem a hora certa de acontecer, não era o momento dele, era dos dois que estavam em quadra e se tornaram vencedores. Ele tinha técnica, força e determinação, mas faltava alguma coisa.

Depois temos Giba, o nosso maior e mais querido ídolo. Você conhece alguém que ouse contestar que ele é o melhor do mundo? Eu não. Tornou-se símbolo de uma geração dourada, o líder de um história que orgulha os brasileiros.

Todavia, o tempo passa e as pessoas mudam, nada fica como era antes e assim depois do último jogo no Brasil a torcida crucificou o jovem Thiago Alves dizendo que ele não pode ser titular de jeito nenhum e colocou a briga pelas outras duas vagas entre os três primeiros, mas já dizendo que sem o Giba não era possível ficar.

Depois de hoje outra coisa foi provada: não é possível ficar sem Murilo, antes dele estávamos sem estrutura emocional, sem recepção, sem passe e sem confiança, nem a experiência de Giba resolvia a questão e veio o Super Murilo para quadra resolver o problema, estavam dois sets a zero para a Holanda e o terceiro set estava 9 a 12, Brasil perdendo, o jogo mudou e vencemos sem dificuldades depois que o nosso novo capitão e líder mudou a história, confirmou a fase e mostrou ao mundo que não é o melhor do Brasil por acaso. 

Portanto a briga na outra vaga é entre Giba e Dante, briga boa para nós e para a seleção. Talvez o Giba não seja mais o melhor do mundo em quadra, porém, é ainda indispensável, mas não sei se insubstituível.


Crueldade das pessoas

Ainda falando de ponteiros Thiago Alves hoje é o que Murilo foi no passado: um garoto talentoso, cheio de vontade que está trabalhando e esperando o seu momento, está ali para crescer e esperar o seu momento. 

Assim também falamos do Mário Júnior, ele é o melhor líbero nas estatísticas e vem fazendo um bom trabalho, mas ele não é o Serginho, está ganhando maturidade e experiência.

Experiência que também estão buscando Bruno, Sidão, Lucão e outros. Fico revoltada quando alguém quer que o Bruno seja um cara perfeito, não será. Ele está em evolução, a seleção vive uma transição, quem sabe em 2012 em Londres eles estejam no ponto e não mais os questionaremos. As críticas vem para ajudar, fazê-los crescer e assim torcemos.

Maturidade e cabeça fria se adquire. Hoje nossa Seleção é instável. Não estamos acostumados com jogos sofridos, sempre ganhamos fácil, mas tudo muda, o tempo passa, mas não sejamos cruéis...

Beijos e queijos para todos!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author