A TUA FAMA ASSIM SE FAZ....VASCO DA GAMA!

O nome Vasco da Gama é mais que o nome do grande navegador-herói português descobridor do caminho marítimo da Europa para as Índias, para o desporto e fundamentalmente para os amantes do futebol é sinônimo do maior clube de uma colônia no Brasil, quiça no mundo, permito-me afirmar que é o maior clube lusitano do mundo, com um poder e abrangência que só o futebol possui e que ultrapassa fronteiras impensáveis. Uma excelente prova é o chamado Vasco da Gama da África do Sul que ganhou o título da First Division (segunda divisão sul-africana) há dias. Para o ano vai disputar a maior liga do país (Premier Soccer League)ao lado de Kaizer Chiefs e Orlando Pirates. O que para um pequeno clube de bairro é admirável.
O título do Vasco da Gama começou como tantas façanhas portuguesas começaram desde que Pedro Álvares Cabral queria ir para Índia e acabou por descobrir o Brasil: num acaso. “Só queríamos a permanência, mas as coisas começaram a correr bem e entusiasmámo-nos. Acabámos por ser campeões”, conta Carlos das Neves (técnico e dirigente). É também irmão de Mário das Neves, o presidente do clube. Vive muito da carolice destes dois filhos de pais madeirenses o sucesso do Vasco da Gama. “Éramos o clube mais pequeno da 2ª Divisão”, conta.

Nasceu em 1980, num encontro como tantos outros para tomar café e conversar na Associação Portuguesa Cabo da Boa Esperança. “Foi a seguir à missa”, conta Marcelino Vasco, o fundador. “Já andava com a idéia de fundar um clube português desde que tinha ido ao Brasil.”
Ora Marcelino tinha ido ao Brasil quatro anos antes. “Apaixonei-me pelo Clube de Regatas Vasco da Gama e pela ideia de um clube de emigrantes portugueses.” Com 26 anos pegou na equipa que ao domingo realizava torneios com a comunidade inglesa e escocesa, juntou-lhe o nome e a cruz de malta. Fundou o Vasco da Gama.
Começou por disputar os campeonatos amadores, em 1990 foi campeão nacional e subiu aos campeonatos profissionais. Correu todas as divisões e este ano garantiu a promoção à Premier League. “Foi uma alegria enorme. Ainda estou a festejar. Infelizmente não pude ir ao estádio, por causa do coração. Mas vibrei muito.”
Vibrou ele e toda a comunidade. “Éramos um clube que só permitia portugueses, mas para jogar em gramados estatais tivemos de mudar os estatutos. Passámos a aceitar atletas de outras origens. Mas continuámos a ser um clube português. Ainda hoje do presidente ao treinador, do treinador ao massagista, é tudo português.”
“Vamos fazer iniciativas em Joanesburgo e tentar captar os portugueses que moram na cidade. Também estamos a tentar colocar uma bandeira de Portugal na nossa camisa. Queremos ser um símbolo de Portugal na África do Sul”, adianta Mário das Neves. “Se a comunidade aderir, seremos dos maiores clubes do país.”
O presidente quer também aproximar o Vasco da Gama Africano de Portugal e do seu irmão mais velho do Brasil. “O Sporting Clube de Portugal vai instalar uma academia na África do Sul. Outros clubes podem estar interessados em fazer o mesmo e nós estamos disponíveis para cooperar.
Até porque o Vasco da Gama é acima de tudo um clube fundador. “Temos equipas em todos os escalões jovens e já demos ao futebol sul-africano alguns internacionais. O atacante Shaun Bartlett e o goleiro Andre Arendse, que jogaram no Charlton e no Fulham, foram formados no Vasco da Gama.”
Viva o futebol, Viva o Vasco da Gama, Viva o lusofonia !
*(Fonte - maisfutebol.pt)



1 comentários:

  1. Parabéns pelo lindo post, meu irmão vascaíno Ricardo Fernandes. É muito bom saber que temos um representante homônimo, no continente africano. Saudações vascaínas a toda colônia portuguesa. Abçss!!

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author