Uma lição aos tricolores cariocas.


"É um imenso desastre e uma imensa decepção. Precisamos de algo especial agora para continuarmos na corrida, é claro. Tenho consciência disso. Mas temos que nos recuperar, isso faz parte do futebol de alto nível. É difícil conseguir, mas é fácil explicar porque fomos pobres defensiva e ofensivamente" - Arséne Wenger, após a derrota do Arsenal para o Manchester Uniter por 3 a 1.

Foi dessa forma, decepcionada, mas ao mesmo tempo consciente, que Arséne Wenger reagiu após a derrota do seu Arsenal, em casa, para o Manchester United.

Depois de anos de maturação de seus comandados, parecia chegada finalmente a hora de transformar as promessas em títulos. No entanto, novamente os meninos londrinos refugaram na hora "H".
É certo, contudo, que não haverá caça as bruxas no Emirates. Nenhum zagueiro será crucificado ou nenhuma jovem revelação do ataque será execrada por um ou outro gol perdido.

Como disse o sábio treinador francês, futebol de alto nível é assim mesmo. Quando há grandes jogadores em ambos os lados, qualquer resultado ou reviravolta maluca, torna-se possível. Dessa forma, não é um eventual revés que deve tirar a fé em um trabalho comprovadamente bem-feito.

Assim deveriam pensar os torcedores do Fluminense que hoje já desmerecem Cuca e os guerreiros tricolores. Não se tem a intenção aqui de cobrar bom senso daqueles que vêm das arquibancadas. Diferentemente do que ocorre com os jornalistas, nós não precisamos ser imparciais e muito menos temos obrigação de zelar pela racionalidade. Em nossas raízes, somos pura paixão por nossos times do coração.No entanto, em alguns momentos seria de bom tom que refletíssemos sobre certos aspectos de nossas - parafraseando Washington Rodrigues - almas "arquibaldas". Abração!

Por Roberto Junior (Colaborador de futebol internacional)




1 comentários:

  1. Sobre o jogão inglês: Rooney está destruindo. Desde a saída do Cristiano, o cara vem levando os Red Devils nas costas.

    Sobre a caça às bruxas, acho que, mais ainda que os jornalistas, os dirigentes devem ser muito racionais. A torcida pode sim, cobrar, criticar, xingar, sem usar de violência, claro. Mas os dirigentes têm que enxergar o trabalho ao longo do tempo, e não por causa de 45 minutos de um jogo. Se fosse assim, seria muito mais conveniente para o Flu que enxergassem só os 45 minutos iniciais...

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author