Sobre a bronca em Cicinho e a vitória heroica do Leeds.


Sobre a bronca em Cicinho

"Um clube sério não pode aceitar que um integrante de seu plantel fale assim, ainda mais quando se trata de um jogador que sempre foi tratado corretamente, sobretudo nos períodos em que esteve lesionado" - Foi assim, de maneira enérgica, que reagiu Giampaolo Montali, diretor da Roma, ao tomar conhecimento das declarações do lateral-direito Cicinho, aparentemente "forçando a barra" para um retorno imediato ao Brasil.

Palmas para o cartola italiano e que suas palavras e a multa imposta ao atleta sirvam de exemplo. Já cansou esse negócio de futebolista brasileiro não saber agir com profissionalismo. Todo ano é a mesma ladainha. "Saudade de casa", " medo do frio", "dificuldades com a língua e a cultura" e a "vontade de jogar na Seleção" são as desculpas favoritas de quem quer "queimar chão" da Europa.

Não que morar longe da família - disto eu entendo bem -, aguentar o frio escabroso da Ucrânia ou esquentar o banco de reservas em um clube apenas mediano como a Roma seja fácil, mas passou da hora de nossos craques dos gramados aprenderem a honrar seus compromissos profissionais. Se não está se sentindo bem na capital da "Bota", Cicinho tem todo o direito de pleitear de forma honesta sua saída. Entretanto, o que é impossível de se admitir é que um atleta que recebe seu ordenado em dia de uma determinada instituição fique fazendo "beicinho" via imprensa.

Que os clubes brasileiros espelhem-se na atitude da ex-equipe de Paulo Roberto Falcão. Jogadore de futebol por aqui tem que parar de ser tratado como profissional de exceção. Se possuem grandes privilégios durante suas carreiras, os artistas da bola tem de aprender que também possuem enormes responsabilidades.

Sobre a heroica vitória do Leeds

Bem diria o filósofo Jardel: "clássico é clássico e vice-versa". Um dos times já foi grande. No entanto, desde 2004 convive com consecutivos rebaixamentos e hoje amarga a terceira divisão inglesa. O outro, dispensa comentários. É "apenas" o clube mais organizado do mundo e ganhador de inúmeros títulos nos últimos anos. Quando os dois estão na mesma arena, todas essas diferenças ficam para trás. Juntos, eles protagonizam uma das maiores rivalidades do futebol inglês.

No último domingo, o futebol deu mais uma mostra do quão é imprevisível e apaixonante. O grande, agora pequeno, Leeds foi ao "Teatro dos Sonhos" levando pesadelo aos "Diabos Vermelhos". 1 golzinho, aos 19 do primeiro tempo, foi o suficiente para a sofrida equipe de Ellan Road voltar ao mapa do futebol internacional. Talvez - arrisco dizer, provavelmente - tenha sido só fogo de palha, mas, sem dúvida, foi daquelas façanhas para se propagar até a quarta geração. Parabéns aos guerreiros do Leeds. Eles honraram a camisa que vestem. Boa noite e um abraço a todos!





Por Robero Junior (Colaborador de futebol internacional)





2 comentários:

  1. Seria bem legal ver o Leeds voltando à elite. Quem sabe essa vitória heróica não tenha sido um primeiro passo?

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author