Vai virar regra?




Editorial ZDA


Carlos Eugênio Simon realmente pisou feio na bola. Vendo e revendo o lance do gol mal anulado de Obina, não há como sequer pensar em esboçar alguma palavra que justifique a falha do árbitro brasileiro indicado para a Copa de 2010. Alguns companheiros até podem alegar que o lance que originou a jogada veio de um escanteio mal marcado. Não importa. Um erro jamais pode servir de justificativa para outro. De forma a fazer com que Simon pague pelo seu ato falho na polêmica partida de ontem, a CBF decidiu afastá-lo do apito até o fim do Brasileiro 2009, sob a alegação de que este vem cometendo seguidos erros. Verdade. Há muito, o mais conceituado apitador brasileiro coleciona lambanças inacreditáveis em seu currículo, de maneira que uma punição não deixa de ser justa.
Entretanto, há de se lembrar em toda essa celeuma, que o árbitro gaúcho, infelizmente, não é exceção. Constitui-se parte de uma triste regra do futebol pentacampeão do mundo: a presença de "juízes" sem a mínima condição técnica de conduzir uma partida de futebol. Não só na presente temporada, mas como em todas as anteriores, erros grosseiros povoaram nossos gramados, alguns até com o poder de mudar a História de certos certames. Não vale à pena, entretanto, perder tempo os enumerando aqui. Nem mesmo compensa discutir eventuais prejudicados ou beneficiados. TODOS os clubes brasileiros, em algum momento, já personificaram os dois papéis.
A plausível sanção a Simon não pode ser fruto somente da pressão de imprensa, torcida ou agremiação. A partir dela, providências devem ser tomadas para a moralização da arbitragem no Brasil. Profissionalização, valorização e treinamento, talvez sejam os pontos de partida ideais para que isto ocorra. É mister também que os senhores do apito deixem de ser protagonistas do espetáculo futebolístico. A besteira "simonesca", por exemplo, teve maior repercussão que os belos gols de Ronaldo e Petkovic ou uma "caneta" que Diego Tardelli deu em um adversário flamenguista.
Têm razão os amigos torcedores palmeirenses em esbravejar. Se o erro houvesse ocorrido no sentido oposto, provavelmente a massa tricolor também estaria reclamando ferozmente. Daqueles que estão nas arquibancadas ou até mesmo nos Blogs do Activo, não há por que se exigir racionalidade. O amor de cada um pelos seus clubes não permite muitas vezes atitudes centradas. Todavia, daqueles que são responsáveis por dirigir o futebol e, por que não, daqueles que fazem com que as informações cheguem às arquibancadas esperam-se atitudes concretas em direção a melhorias. Que daqui para frente então, todo arbitro que cometa um erro crasso seja exemplarmente punido. Que os mesmos que agora estão execrando Simon, manifestem-se também veementemente quando seus clubes forem "beneficiados", coisa que mais dia, menos dia, virá a acontecer. Abração, galera!

Equipe ZDA (Por Roberto Junior)

12 comentários:

  1. Eu sei que um jogo não decide campeonatos de pontos corridos, mas causa sequelas com toda a certeza. O mais incrível disto tudo é que este "árbitro" da FIFA poderá estar novamente numa Copa do Mundo. Minha dúvida: se ele foi afastado do resto do campeonato, será para se preparar para a Copa???? rsrsrsrs........Pobre de nós, torcedores e amantes do futebol real e verdadeiro.
    Grande abraço.
    Ricardo Fernandes.

    ResponderExcluir
  2. É fato que a arbitragem brasileira precisa melhorar, e muito! Erros atrás de erros, todos são prejudicados.

    É uma pena discutirmos isso mais do que o gol olímpico do Pet, o a caneta do Tardelli. Mas faz parte da graça do futebol. É preciso que os árbitros sejam profissionalizados, e conseuqentemente, melhor preparados.

    Mas isso não é só no Brasil. Lembram do pênalti cavado pelo Eduardo da Silva, que o juiz deu? E o gol da bola que bateu numa outra bola, arremessada pela torcida, e que o juiz deveria ter paralisado o jogo para tirá-la de lá?

    Também é fato que o Simon já vem cometendo esses erros capitais há algum tempo. Ou ele não merece estar apitando jogos do Brasileirão, ou ele gosta muito de ser o cara que influencia no resultado, ou é mais um Edilson.

    Mas é exatamente como o Deco (brilhantemente) falou: qem com Simon fere, com Simon será ferido!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a punição ao Simon, porque a arbitragem dele COMO UM TODO foi desastrosa, especialmente ontem.

    O gol do Palmeiras foi mal anulado.

    O escanteio que originou o gol do Palmeiras na verdade foi tiro de meta.

    Obina agrediu Diguinho, e não foi nem sequer advertido.

    Vagner Love deu uma tesoura no Digão, já tinha amarelo, e não foi expulso.

    Houve ainda outras inversões de escanteios, laterais e faltas. Enfim, um desastre completo a arbitragem do cara.

    Abraços,
    PC

    ResponderExcluir
  4. Acho que ele errou intencionalmente para ajudar o Fluminense a sair da zona de rebaixamento e digo mais,minha intuição esta dizendo que tem cartola do flu envolvido nisso

    ResponderExcluir
  5. Gabriel, concordo com sua intuição. E acrescento mais. A minha intuição diz que, horas antes do jogo, a diretoria do São Paulo, um dos maiores interessados no resultado do jogo, ligou para o Horcades, oferecendo ajuda no pagamento da "caixinha" do Simon, já que o Tricolor carioca não tem nem como pagar as "tias" da faxina direito. Meu guri, com todo o respeito, se formos pensar dessa forma, a cada rodada do Brasileirão um juiz diferente enriquece ilicitamente. Os erros acontecem? SIM. Só que para todos! Ou quem de direito toma as devidas providências, ou então, que fiquemos calados. Esses chororôs sobre arbitragem já encheram. Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Gabriel,

    O Fluminense é um dos poucos clubes que jamais, vou repetir, jamais esteve envolvido em qualquer tipo de escândalo de arbitragem.

    Quem viu o jogo, sabe que o Simon errou para os dois lados. O Flu mereceu a vitória.

    ResponderExcluir
  7. Mais do mesmo.. reclamar de arbitro é como chover no molhado.. O que não consigo ver é o Beluzzo entrando na onda de Fernando Carvalho, Juvenal Juvêncio, Andrez SemChances, e etc..
    Agora ninguém vai punir o Muricy por ganhar 5 pontos em 8 jogos..né.

    ResponderExcluir
  8. O erro do Simon pode ter mudado a história do campeonato... Entendo e MUITO o sentimento dos Palmeirenses. Só quem já passou por isso entende Beluzzo, Carvalho e cia. Mas o mundo dá voltas e talvez hoje os sempre favorecidos que criticam atitudes exaltadas um dia também venham a ser fortemente prejudicados e sentirão na pele o que é isso. Quero estar viva e bem viva para presenciar esse momento.

    ResponderExcluir
  9. Quem viu o jogo Fluminense x Palmeiras SABE que o Palmeiras não foi prejudicado pela arbitragem no final das contas.

    ResponderExcluir
  10. Querida Alice, eu também teria motivos para ter reações exaltadas. O que dizer da final da Libertadores, quando Mr. Hector Baldasi roubou escancaradamente o Fluminense, naquela que seria a maior conquista da História do clube? Xingar, espernear, ao menos na minha visão, não adianta. O que os dirigentes precisam fazer é procurar soluções para resolver o problema. Bjo!

    ResponderExcluir
  11. Alice, por várias vezes nos sentimos roubados, só que reclamar de juiz não dá vitória a ninguém vc já percebeu isso? Se fosse analisar calmamente sem paixão o jogo Corinthians e Palmeiras FInal do Paulista de 1993 no qual o Palmeiras saiu da fila, ira ver seguidas agressões do Sr. Edmundo e do que adiantou eu nos meus glóriosos 20 aninhos, quebrar um porta, brigar com meu tio, e ficar sem falar com ninguem por 2 dias.. NADA o resultado do jogo não mudou, o Palmeiras sem Edmundo seria um ótimo time mas acredito que não venceria o jogo, mas de nada disso adianta, o resultado não muda e não mudará. Mas se vc acha que só seu time é prejudicado.. reveja esse jogo.

    ResponderExcluir
  12. Então, Marcelo. Agora que você falou no campeonato paulista de 93 em que o Palmeiras sagrou-se campeão até me fez pensar em uma certa coincidência... Palmeiras em 93 tinha um baita time (assim sem me esforçar lembro do César Sampaio, Evair, Edmundo e o técnico Luxemburgo), a recente parceria com a Parmalat (que não falhando minha memória ainda rendeu o paulista de 94, além do brasileiro nesses mesmos dois anos) e a necessidade de títulos para justificar time e enorme investimento. Não sei o que o Edmundo aprontou na final e não tenho o menor interesse em rever esse jogo, pois só me obrigo a assistir jogo do Corinthians quando inevitavelmente é contra o Internacional. Corinthians 05, um baita time (Tevez, Nilmar, Carlos Alberto,...), a parceria com a M$I e a necessidade de título para justificar time/investimento. Só que em 93 não existiu a inexplicável anulação de 11 jogos, um pênalti escandaloso que ao invés de ser marcado ainda rendeu a expulsão do jogador e a divulgação de gravação do presidente do clube confirmando e falando com todas as letras CAMPEÃO ROUBADO. Tão iguais e tão diferentes... Imagina se fosse com o teu time? Torcedor é passional e mesmo após quatro anos e ainda rancorosa consigo ver a diferença entre um "roubo"/"erro" de árbitro e um campeonato sujo e vergonhoso que chegou a estar sub-judice.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author