Reflexão de uma alvinegra!


Costumo as vezes ser realista demais, não acompanhei o último jogo do time e me fiz de cega, surda e muda pra qualquer matéria que tivesse o Botafogo como pauta, não por sentir vergonha, muito pelo contrário, é que as vezes é importante observar e refletir sobre os acontecimentos.

Muitos devem estar se perguntando, como a Cissa pode falar uma coisa dessa, uma torcedora tão apaixonada pelo time de coração. Pois é, até os mais apaixonados uma hora ou outra sofrem lapsos de realismo, e a realidade é mais dura do que eu e qualquer um imaginavamos. Preferi talvez deixar a poeira abaixar e acalmar meu pobre coração sofredor, pra poder escrever com mais lucidez.

A realidade do clube é so uma, a luz do fim do túnel esta apagada, não há união, vontade, raça, amor pela camisa. Não há simplesmente nada neste time. Ai eu me pergunto, o que será que falta, pra esses atletas? Salário? Mais não estão com seus salários em dia?! Motivação? Quer motivação maior que ser normal, ter saúde e poder fazer aquilo que supostamente gosta?! Acredito que não exista!

Agora vamos a tormenta que acompanhará o time neste três últimos jogos, o rebaixamento. A queda talvez seja inevitável, diante do que foi visto no último jogo e tendo em vista os próximos, porém e se o time cair, como fica? Pelo que parece o orçamento será menor, a dispensa de atletas com altos salários serão inevitavéis. E um abandono total do time parece que esta por vir, digo isso porque Botafoguense parece que tem vergonha de dizer que torce pro Botafogo, se baseando somente na crise que o time passa agora. Se sentem vergonha hoje e o amanhã, como será?

Qual time neste Brasil nunca passou por dificuldades? Nunca passou por crises?

Se tem uma coisa que me orgulho muito é da condição de ser torcedora do Botafogo, já ouvi e ouço sempre muitas piadas, dizendo que o time é pequeno, que é time de segunda divisão, que é azarado, que não ganha nada, que torcedores são chorões e coisa e tal. Alguém ai ta pensando que me ofendo com isso, que nada. O que importa pra mim é o que eu penso, o que sinto e o que sei sobre esse clube. Não é um simples amor, que passa se cair pra segunda, terceira ou quarta divisão. Não é um simples gostar que me faz ter vergonha de vestir minha camisa depois da derrota, muito pelo contrário, me faz gostar mais e acreditar, que o Botafogo é muito mais do que Victor Simões, André Lima dentre outros. Botafogo é o Botafogo, time de glórias mil. É o meu Botafogo e pra mim isso basta. (Desculpem, precisava desabafar, guardar faz mal).

As vezes escuto muitos torcedores dizendo, é so esse time que temos então vamos apoiar, olha esta ai uma coisa certa, quem não tem cão caça com gato. Então vamos apoiar, o time já esta bem mal estruturado, se a torcida sumir agora, o peso será maior.

A estrela é solitária, mais nós torcedores somos o brilho dela.

Nada é impossível quando ainda resta esperança

Por Elicicilia dos Santos

3 comentários:

  1. Cissa, temos de vencer vcs de qualquer jeito! A má notícia, é que essa palhaçada do STJD nos deixou mais motivados ainda! Abs, e bom jogo p/ vc também!

    ResponderExcluir
  2. Além de torcer pro Fogão não cair, nessa rodada estarei torcendo para ele vencer nosso rival direto na briga pelo caneco. Dá-lhe, Fogão!

    ResponderExcluir
  3. Continuo dizendo que perder para o Grêmio aqui em Baruerí não é sinal de fraqueza alguma. Ganhar deles aqui em São Paulo é tarefa das mais dificeis para qualquer clube do Brasil e fora dele. O Grêmio Baruerí tem um time bem estruturado e joga muita bola. Não foi demérito perder,outros grandes já cairam na arena também. Ainda acredito no seu bota Cissa. abraços de um também Alvinegro aqui das praias Santistas.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author