Pesos e Medidas.......

De Vitor Birner

O São Paulo foi punido com a perda de um mando de jogo contra o Sport por causa da invasão do torcedor na partida contra o Inter.

O rapaz invadiu o campo porque pretende ser jogador de futebol, tal qual disse. Foi detido e identificado.

Estou de folga, mas como não me lembro de outra punição no torneio e nem confio na minha memória fui checar. Ir atrás de questões da justiça esportiva não é exatamente meu maior prazer no único dia de descanso na semana.

E descobri que há 2 pesos e duas medidas.

O mesmo STJD, onde Beluzzo disse que o auditor brincou com Vagner Love que se as trancinhas fossem Rubro-Negras a punição seria de 1 e não 2 jogos, absolveu o Galo, em 4 de setembro, da invasão do torcedor, na rodada 13, em jogo no Mineirão diante do Flu.

O clube foi enquadrado no mesmo artigo que o São Paulo, o 213 do CBDJ, e o advigado do clube, João Avelar alegou: ” o indivíduo entrou no gramado não para agarrar o jogador, mas para beijar as chuteiras do Diego Tardelli. Certamente é um ato de uma pessoa que não estava em sua condição normal” E enfatizou que “o torcedor foi imediatamente identificado e levado à delegacia”.

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Brasileirao/Serie_A/0,,MUL1255024-9827,00-STJD+ABSOLVE+ATLETICOMG+POR+INVASAO+DE+CAMPO+MAS+FLU+E+MULTADO+POR+ATRASO.html

Parece que falamos de casos iguais, não?

O Corinthians também foi absolvido pela invasão de um torcedor do time, no Maracanã, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. O clube havia sido enquadrado no mesmo artigo.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u574988.shtml

Nem o procurador do STJD, Paulo Schmitt, que fez a denúncia contra o clube, acreditava na punição do São Paulo

http://www.jusbrasil.com.br/noticias/2003135/nem-stjd-cre-em-punicao-ao-sao-paulo-por-invasao-de-campo

O clube vai recorrer da decisão.

O STJD tem seus momentos. Lembram quando qualquer coisa tinha efeito suspensivo?

Por isso, me apego ao padrão atual e acho que o clube terá sucesso no recurso. Observo como são julgados na mesma temporada, ou campeonato, os casos similares.

Concluo que ou o STJD errou antes, ou está fazendo isso neste caso.

E dá-lhe lambança e blablablá na reta final do campeonato.

OBS: o São Paulo também alega que já vendeu ingressos para o jogo e por isso não pode transferi-lo. Se mantida a pena, ele acontecerá em qualquer estádio que fique a 100 quilômetros da cidade.

Grandes paranaenses punidos

A dupla Coritiba e Atlético foi punida com perda de mando de um jogo cada neste brasileirão porque seus torcedores, no clássico disputado pelas equipes, atiraram bombas e objetos no gramado. Todos foram denunciados no mesmo artigo de São Paulo, Atlético MG e Corinthians.


4 comentários:

  1. O campeonato já está pegando fogo dentro das quatro linhas, com uma belíssima disputa pelo título...

    Ainda assim estão querendo tumultuar fora de campo... tinham que acabar com esse STJD.

    Invadiu? Pune!
    Tacou coisa no gramado? Pune!

    Ah, mas foi um torcedor de outro tima... azar, o mandante tem que providenciar segurança.

    Quando começam a botar gente pra julgar, ainda mais uma coisa tão passional como o futebol, é pedir pra acontecer casos como o Do Vagner Love, por exemplo...

    ResponderExcluir
  2. Pretendo manter minha imparcialidade no que dia respeito a todos os clubes e no jogo "jogado". Mas permita-me dar o exemplo de como se passa as coisas aqui na Europa, em "alguns casos" semelhantes, principalmente em jogos de domínio da UEFA. O clube mandatário(anfitrião) é o responsável por tudo que está a volta do "espetáculo" dentro e fora do estádio onde se realiza o referido "encontro". Normalmente quando acontecem estes tipos de "imprevistos" o clube anfitrião é severamente castigado, vem a minha memória agora, o pesado castigo que o "poderoso" Inter-IT recebeu da UEFA há cerca de 4 ou 5 anos, pois, por um "foguete de luz" arremessado da arquibancada do Estádio Giuseppe Meazza para o gramado, foi obrigado a realizar alguns jogos da Champions League com os "portões fechados".
    Portanto, e mantendo a minha imparcialidade, penso que os clubes devem ser mais seletivos, mais rigorosos na própria segurança que envolve o "espetáculo" futebol e quando infelizmente ocorrem estes imprevistos, serem fortemente responsabilizados pelo fato, quaisquer que sejam as "cores clubisticas".
    Afinal o Brasil está a cerca de 5 anos de realizar uma Copa do Mundo e a 7 anos dos Jogos Olímpicos, e a "organização" não se restringe em construir estádios ou infra-estruturas, será bem mais abrangente e complexo.
    Grande abraço.
    Ricardo Fernandes.

    ResponderExcluir
  3. É isso aí mesmo, Fernandes. Se fosse assim por aqui, acho que logo logo ia acabar, pois os mandantes iam investir mais na segurança dos jogos.

    ResponderExcluir
  4. Correção: "... no que diz respeito..."

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author