Nós vamos escapar!


Haja coração!

Ufa! Com muita garra o Fluminense deu mais um importante passo em direção à fuga do rebaixamento. A vitória por 1 a 0 diante do líder Palmeiras - obrigado, Fred! - deixa o time das Laranjeiras no caminho certo para a tão sonhada permanência na elite do futebol brasileiro. De certo, os palmeirenses hão de reclamar bastante da desastrosa arbitragem de Carlos Eugênio Simon, que anulou um gol legítimo de Obina, ainda na primeira etapa. Têm razão os amigos alvi-verdes, já que não é o primeiro erro primário que o principal(?) árbitro brasileiro comete em um jogo decisivo. No entanto, o triunfo tricolor não deve ser creditado somente à falha do homem do apito, pois durante os 90 minutos o Flu demonstrou qualidades suficientes para se tornar merecedor da vitória no Maracanã.

Raça, união, o apoio de uma maravilhosa torcida e a presença de um jogador diferenciado, foram os principais trunfos do time de Cuca na tarde de hoje. Não que tenha sido uma atuação maravilhosa no aspecto técnico. Muitas vezes, o há mais tempo estruturado Palmeiras chegou a ter o domínio das ações. Entretanto, contando com a técnica de Conca, o talento de Fred e a juventude dos meninos de Xerém, o Flu conseguiu jogar de igual para igual com a temida equipe de Muricy Ramalho.

Sinceramente, não sei como será o fim do Brasileirão. Talvez no dia 06 de dezembro, esteja lamentando o rebaixamento tricolor. Isto só os deuses do futebol podem responder. Todavia, finalmente vou me permitir deixar de lado em um post a tal parcialidade e racionalidade que sempre procurei empregar nesse espaço. Não quero saber se Simon errou. Não quero saber se temos uma diretoria incompetente. Não quero saber se há salários atrasados. Um clube da grandiosidade do Flu e que conta com a torcida mais fanática e mais sofrida desse imenso país tem que ficar pra sempre na primeira divisão. Nós vamos escapar!!! Uma boa noite e um abraço a todos!!!!


Por Roberto Junior (colaborador interino sobre o Fluminense)


10 comentários:

  1. Bela vitória do Fluminense. E foi lindo de ver os jogadores vibrando tanto após (e durante) o jogo. Mostraram que independentemente da permanência ou do rebaixamento estão jogando com dignidade e amor à camisa. Coisa que não acontece no meu Internacional, que paga ALTOS salários EM DIA enquanto certos jogadores fazem corpo mole em campo. Parabéns, jogadores e torcedores do Fluminense. Merecem ser campeões da Sul Americana e permanecer na Série A.

    ResponderExcluir
  2. eu estou e sempre estive na torcida pela permanência do Flu na serie A... força flu força Nane mesmo fora do zda!!

    ResponderExcluir
  3. Valeu por mais uma ajuda, Fluzão! Esperamos retribui-la na próxima rodada, contra o Timbu!

    Fred vem mostrando que, assim como o Imperador e o Fenômeno (e também o Tardelli) é diferenciado e faz mesmo a diferença quando está em campo. Gols seguidos que dão fôlego ao time.

    E esse Simon é um fanfarrão! Como pode esse ser o representante brasileiro na Copa?

    ResponderExcluir
  4. RJ. Me lembro de um juiz que fez um pênalti ser batido 500 vezes em Goiania, o que determinou a queda do Corinthians. Sempre quis que o futebol paulista tivesse essa poder com os árbitros. Abç!

    ResponderExcluir
  5. Dirceu, está sendo irônico né?!

    ResponderExcluir
  6. Dirceu, me lembro de um pênalti claro em cima do Tinga em 2005, que deu um título a um time não me lembro de onde...Aqui no Brasil amigo, é o sujo falando do mal lavado. Acho que ao invés de somente criticar a arbitragem, os palmeirenses deveriam se preocupar com esse futebol de balão pra frente que o Muricy implementou no time. Como disse em alguns posts atrás, aqui no Brasil fala-se de tudo, menos de futebol. Não vou perder meu tempo discutindo arbitragem. Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Amigos, o texto abaixo chama-se "O desserviço do chororô" e foi escrito pela Marilia Ruiz em seu Blog no site eo Esporte Interativo. Como o achei deveras interessante gostaria de compartilhá-lo com vocês. Segue:

    "O DESSERVIÇO DO CHORORÔ

    O fim se aproxima e o diz-que-disse muda de tom.

    As malas brancas (até Pelé resolveu “absolvê-las”) deram espaço nas manchetes para os chororôs, STJD e jogo do empurra entre dirigentes que se sentem perseguidos pela teoria universal/galaxial da conspiração contra as suas equipes: está um festival sem fim de ó vida, ó céus, ó azar, ó STJD, por favor, mamãe...

    Se fulano foi expulso, cicrano também deveria ter sido.

    Se “isso” não é falta, então há esquema.

    Se não deram o pênalti X na rodada Y para o time Z, então está “claro” que a CBF não quer que o time Z seja campeão e há complô com firma reconhecida em cartório.

    Pior do que o blábláblá sem fim e sem nenhuma prova de ilicitude dos torcedores é o recibo que passam os dirigentes _aqueles que deveriam conferir seriedade e profissionalismo ao campeonato.

    Mas claro que não... Para que acalmar os ânimos e deixar que só a “bola” resolva o título se podem colocar fogo e acender os ânimos da turma que adora uma conspiração diabólica?

    Para que facilitar se podem atrapalhar?

    Já, já vai ter uma chuva de DVD. Podem esperar. Inspirados no “tiro no pé” do Internacional na final da Copa do Brasil, todos os cartolas dos times envolvidos nas disputas (na parte de cima de baixo da tabela) sabem de cor e salteado tudo que prejudicou os seus times nas 35 rodadas até aqui jogadas: a falta de ataque não marcada, o impedimento, o gol anulado, a reversão mal marcada... Montam listas, blogs, alimentam sites de discussão e... nada.

    É um festival de choros mais chatos do que aquelas discussões de relacionamento repetidas e intermináveis.

    Ninguém tem mais razão. Todos tem é emoção de mais.

    A prêmio da semana, ainda neste tema, está para o desabafo do senhor presidente do São Paulo: além de reafirmar de que não “há interesse de ninguém” no titulo tricolor, ainda provocou a imprensa.

    Segundo Juvenal Juvêncio, os jornalistas “queriam muito” que os jogadores expulsos em Porto Alegre fossem punidos para criar uma crise no Morumbi.

    Sério....

    Tem horas que é bem bom ouvir mal."

    ResponderExcluir
  8. Só pra provocar mais um poukinho: quem foi o árbitro de Corinthians x Brasiliense na final da Copa do Brasil?

    ResponderExcluir
  9. O Choro é livre! Jogamos muito mais nos 90 minutos e mesmo com o gol poderíamos ter virado já no primeiro tempo onde tivemos duas oportunidades claras. Anulamos o Digo souza e o palmeiras não jogou. Já se esqueceram que foram beneficiados pelo Heber Roberto Lopes domingo passado. Continue a toada Fluzão!

    ResponderExcluir
  10. Olá meu Xará tricolor!! Depois que o Fred voltou o Flu não perdeu mais. Pena que ele não tivesse se recuperado a mais tempo. Está difícil, mas não impossivel. Torço para que o Flu saia dessa zona de rebaixamento. Abçss!!

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author