Reflexões sobre o Touro Vermelho.


Na última quinta-feira - se não me falha a memória -, critiquei duramente nesse espaço o "Guia de Sobrevivência" elaborado pela equipe Red Bull, a fim de que seus funcionários passassem ilesos por São Paulo, no período de disputa do GP do Brasil de Fórmula 1. Continuo hoje com a mesma opinião. Penso que a escuderia de propriedade do conhecido fabricante de energéticos pegou pesado demais na "brincadeira" - como informação, gostaria de acrescentar que a RBR faz a mesma coisa com todas as cidades que fazem parte do calendário da categoria. Afinal de contas, apesar dos problemas do país, não vivemos em nenhuma selva para precisarmos de um guia de sobrevivência. Entretanto, resolvi passear por outros blogs ligados à categoria máxima do automobilismo mundial, com o objetivo de verificar a repercussão do caso na visão de jornalistas de verdade - o que não é o meu caso.
A diversidade de opiniões foi grande. Alguns concordavam com o escrito por aqui. Outros muitos, achavam que esse eventual "patriotismo" é fajuto. Primeiro, porque o brasileiro também adora "tirar onda" com os estrangeiros. Pura verdade. Segundo, porque, segundo eles, apesar de "patriotas", não fazemos nada para mudar a situação do país. Alegação também irrefutável. Não sou nenhum radical nacionalista. Pelo contrário. Reconheço perfeitamente as falhas desse "Brasil brasileiro". Além da pobreza e da violência, ainda somos obrigados a enfrentar a ignorância, a futilidade e a valorização do "ter", em detrimento do "ser". Vivemos em uma sociedade onde impera a burrice. Mas vejamos só. Será que tudo isto também não ocorre nos EUA e na Europa? Será que um norte-americano ou europeu aceitariam uma "brincadeirinha" vinda de uma empresa brasileira?
Enxergo em número de duas, as condições essenciais para que o Brasil se desenvolva em todos os sentidos. A primeira é que se encare o fato de que somos um país subdesenvolvido ou, eufemicamente falando, emergente. A segunda é que se valorize tudo aquilo que há de bom por aqui - sem exageros Chavísticos. Parece que reconhecer nossos defeitos, sabemos bem. Falta apenas valorizarmos nossas qualidades. Abraços!

Por Roberto Junior

10 comentários:

  1. Isso aí RJ !!! Temos garotas de programa maravilhosas por aqui!!! HAHAHAHAHAHA!!! Abs.......

    ResponderExcluir
  2. Você já leu o livro o Que faz o Brasil, Brasil? Autor:Roberto da Matta
    É revoltante. Fala do "jeitinho brasileiro" Que o brasileiro quer encobrir, mas é o primeiro a proclamar.
    Falta amor ao brasileiro sim, neste quesito acho que o RS sai um pouco na frente, quando eu visitei Porto Alegre em 2003 fiquei impressionada com o "guauchismo" As placas de ruas tem nomes históricos e a explicação em baixo, exemplo: " Rua Giuseppe Garibaldi" - Herói da Revolta Farroupilha" e por aí vai, eu andava pelas ruas lendo as placas, achava o máximo.
    Nos jornais locais: Hoje um gaúcho ganhou um prêmio em São Paulo.
    Loucura? Talvez, mas acho que o começo de tudo.

    ResponderExcluir
  3. Se bem me lembro, no Pan do Rio de Janeiro aconteceu coisa parecida com a comitiva americana, estarei enganado?? Em minha opinião isso será coisa de povo xenófobo e usando a teoria de superioridade perante os outros. Contudo e se não me engano, Freud escreveu que o que existe realmente é o complexo de inferioridade tentando ofuscá-lo com a tal dita "superioridade".
    Sou 100% a favor da lusitanidade e da lusofonia.
    O que esses cidadãos precisavam ao invés do guia de sobrevivência é um dicionário de português, pois quando visitamos esses países somos obrigados a falar a lingua correspondente, mesma situação se deveria passar em todos os países lusófonos.
    Grande abraço.
    Ricardo Fernandes.

    ResponderExcluir
  4. Rafaela Andrade falou muito bem sobre o assunto...

    Assino em baixo

    ;Vejam meu blog http://saopauloblognews.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Sem a inteção de causar polêmicas, mas é que vc sabe RJ eu gosto do assunto. Eu admiro países como EUA e Argentina, que a nação é completamente patriota, teriamos que ser assim, pois apesar de tantos problemas vivemos em um país maravilhoso. Estou longe de ser paga pau de gringo, porém a melhor maneira de mudar-mos nossa realidade é encara-la de frente!!!!! O Brasil tem dificuldades sim mas, sabe porque eles pq nos enxergam dessa maneira??? è pq essa é a imagem que mostramos. Brasil, país rico de belezas naturais, bviolência e mulheres bonitas!!! Bjuxxxxx

    ResponderExcluir
  6. Carol, perfeito seu raciocínio, mas rsrssrsrs fica uma pergunta: por que ao invés de enxergar somente as nossas belezas naturais e a violência, os gringos não procuram saber de nossas virtudes? O Brasil é desenvolvido em vários campos da ciência - Biomedicina, Bioenergia.... tem uma literatura maravilhosa. Até gente trabalhando na NASA o país tem! rrsrsrsrsrs. Acho que um dos pontos-chave também é que, infelizmente, alguns brasileiros se orgulham pertencerem ao país do jeitinho, do Carnaval e das mulatas gostosas apenas. O problema do comunicado da Red Bull, na minha opinião, foi que ele generalizou, se esquecendo de que há vida inteligente por aqui. Bj e me desculpe se aquele dia pareci rude. Não foi a intenção!

    ResponderExcluir
  7. Mas o assunto é polêmico mesmo. Se vocês tiverem oportunidade, leiam o post que o Flávio Gomes fez a respeito do tema. O pau quebrou lá. Valeu, galera!

    ResponderExcluir
  8. Gostei dos argumentos da Carol, mas principalmente do raciocínio do RJ.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author