Horas antes, em Anfield...





Esse texto foi inspirado pelo brilhante post da amiga Cissa e por algumas ofensas que recebi de "talebãs" da internet no meu blog do Activo...

Horas antes de vândalos, disfarçados de flamenguistas e botafoguenses, arrumarem tumulto no Engenhão (foto acima) e de um marginal, travestido de torcedor do Coritiba, assassinar um fã do Atlético Paranaense, Liverpool e Manchester United se enfretaram em uma partida que, além de um futebol de primeiríssima qualidade, proporcionou um verdadeiro show protagonizado pela torcida dos Reds - Antes de prosseguir o texto no entanto, é necessário esclarecer que a presença de pessoas da pior espécie infiltradas em meio a torcedores comuns não é um "privilégio" do Rubro-Negro carioca ou do Coxa. Infelizmente, esses pulhas estão presentes nas massas de fanáticos de todos os times do Brasil- . A primeira vez que vi o vídeo da festa (abaixo), por volta das 22:00 horas de ontem, confesso a vocês que tive vergonha de ser brasileiro. Fiquei imaginando como o país pode ter a castimanha de assumir a responsabilidade de organizar uma Olimpíada e uma Copa do Mundo, se não consegue fazer com que uma simples partida de futebol transcorra sem nenhum problema. É incompetência das autoridades, RJ! - Dirão alguns. Realmente. As autoridades - leia-se governos, polícia e clubes - deveriam ser os responsáveis por garantir a segurança do homem de bem que vai aos estádios. Mas, diferentemente do que é difundido pelo senso comum, os "governantes" não são os maiores culpados por todas as tragédias que ocorrem a cada rodada do Brasileirão. A cada dia mais, amigos, me convenço de que a maior responsável por todas as batalhas campais é a falta de educação de uma grande parcela do povo brasileiro. Talvez, tal verdade seja dura demais para que nós a admitamos, entretanto, enquanto não a encararmos de frente, não haverá política de segurança que dará fim a cenas lamentáveis como as de domingo. Enquanto isso, fiquemos por aqui babando com o show de Anfield! Desculpem pelo desabafo!


Por Roberto Junior (colaborador de futebol internacional)

2 comentários:

  1. O problema do futebol inglês que vem das torcidas não é a violência, mas as bolas que atiram em campo (Suderland agradece, hehehehe).

    Falando sério: a Inglaterra já sofreu muito (não sei se isso acabou completamente) nas mãos dos hooligans. Era, talvez, até pior do que vemos aqui. Mas as medidas de segurança que eles tomaram contra essa praga foram exemplares, e deviam ser seguidas aqui.

    ResponderExcluir
  2. Em minha opinião e falo por experiência própria, dentro dos estádios britânicos os torcedores são exemplares, pricipalmente por causa da justiça rigorosa para quem prevarica. Agora em termos de civismo e educação fora do recinto desportivo e perante os torcedores das equipes adversárias, os britânicos são do pior que se pode exigir. Aliás todos os anos nas competições onde envolve as seleções e clubes britânicos as condições de segurança nos jogos são as máximas e mesmo assim acontecem sempre problemas de violência envolvendo estes torcedores. Quem conhece a fama destes e já viveu de perto alguma partida onde esteja times ou seleções britânicas sabe bem do que estou a falar. Só mais uma situação: ainda a poucos dias envolvendo o "dérby" de Manchester sabemos o que se passou dentro e fora do estádio, televisionado para todo o mundo. Enfim, e resumindo em termos de leis e cumprimento das mesmas, os britânicos são exemplares, agora em termos de civismo, educação e respeito, em minha opinião não são exemplo para ninguém e nem para nada.
    Grande abraço.
    Ricardo Fernandes.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author