Desabafo de um verdadeiro Palestrino!

O texto a seguir foi feito por um Palestrino autêntico, mas que descreve o sentimento de muitos outros torcedores da família Alviverde.. É com enorme emoção que divido com vocês o texto do meu amigo “PALESTRINO” !!


Que a verdade seja dita:


Não foi pelos quatro gols (fato este que não nos era proporcionado desde 22 rodadas atrás), três deles com bola rolando, onde houve participação efetiva de diversos jogadores...
Nem pela vontade de Souza (Isso, menino!) em dividir por duas vezes consecutivas com os defensores, e enfiar a bola na medida para o primeiro gol... Que fez a torcida cantar a plenos pulmões, desafogando o grito que perdurava mais de 350 minutos em nossas gargantas... Gol do Palmeiras!!!

Muito menos pela comemoração dos jogadores abraçando Muricy... Mostrando que nos momentos difíceis, o treinador não culpou e nem martirizou nenhum dos comandados. Mostrando que aquela vitória, que começava a ser construída, era também dele (e não só as derrotas)...

Também não podemos jogar os louros a torcida que cantou a cada ataque mal sucedido, cada passe errado, cada erro de assistência. Honrou o terceiro verso do refrão de nosso belo hino. Vibrou, não só nos gols. Vibrou com o time, fazendo os 11 em campo acreditarem que era possível. E vaiou o visitante a cada escanteio cobrado...

Não foi por culpa do Marcos, que parou brilhantemente o gol de voleio de Iarley (mais um velhinho aqui não!) e vibrou e regeu o time e a torcida tal qual um maestro, a cada gol palestrino. Gritou, berrou e beijou o distintivo. Esse pode beijar, sem medo de soar piegas...

Nem por você, Marcão, que em um golpe de caratê tirou uma bola em plena ar, que havia endereço certo nos pés do atacante adversário em nossa área. É óbvio que quase enfartei após o cabeceio contra nosso próprio patrimônio. Sintomático, apesar da assistência para o quarto gol. Seria pedir muito, não é rapaz? E o Figueroa? Que cadência! A garra de nosso craque não ficou na seleção, assim como seu futebol: Diego não marcou, mas deu a cara a tapa, deu carrinho, acertou a trave, deu assistência e arrancadas. E Deyvid Sacconi justificou os pedidos da torcida. Que gol!!!

Não há como imaginar que tenha sido simplesmente por conta da mudança de postura e de atitude do time. Da defesa que se redimiu dos últimos 4 jogos e se ressentiu dos desfalques. Do ataque que voltou a ser efetivo, criando e (principalmente) convertendo. Aliás os 11 em campo nos fizeram esquecer dos desfalques. Ali jogavam os titulares do Verdão. Com raça, gana e vontade deixaram CX10, Pierre, Love, M. Ramos como vagas lembranças em nossas mentes, na noite de hoje.

Não iremos exaltar as últimas 3 semanas que passamos nós palestrinos. Do roupeiro do time, ao fanático torcedor da arquibancada. Sendo tripudiados e desenganados pela imprensa. Caçoados por rivais e por pseudo especialistas de plantão. Vocês tinham razão... O campeão voltou!!! Esse é um futebol de campeão...

Nem as lágrimas que me correram pela face, indo molhar o distintivo do lado esquerdo de meu
peito (que pulsava a olhos vistos a cada minuto passado), ao gritar, espernear, xingar, cobrar, pedir para passar, pedir para marcar... Nem a voz que me falta agora, me poderia expressar-lhes a aura que envolveu os 45 minutos finais nos jardins suspensos do Parque Antártica. Cada canto entoado. Cada grito de guerra cantado a plenos pulmões. Foi mágico, foi espírita, foi foda!!!

Nem a perpetuação em minha memória da dificuldade que passamos, que os jogadores passaram. As acusações, as explicações, os rachas no elenco, as truculentas entrevistas e os posts pela blogosfera afora (aqui faço um mea culpa). Nos deram como mortos, derrotados. Renascemos das cinzas de nossas fogueiras de vaidades. Uma Fênix alviverde que alçou vôo em meio ao céu turbulento que lhe aguardava.

Sejamos sinceros Ao menos eu não acreditava mais que houvesse saída. Mas assim como São Tomé, fui traído pelas falsas convicções e me rendi a esperança e a empolgação que me invade neste momento. Esta alegria que me inunda o peito e que me faz a mandíbula doer de tanto sorrir. Eta dorzinha boa!

Nada disso valeu a pena hoje. Hoje temos apenas uma unanimidade, uma única razão para o que aconteceu e uma única verdade... E que ela seja dita:
ÔÔ!!! Obina é melhor que o Eto´oooo!!!

Saudações Palestrinas..

(Por: Palestrino)


PALMERAS MINHA VIDA É VOCÊ!!

9 comentários:

  1. Obrigada minha querida... Mas temos que agradecer aos guerreiros que estiveram em campo... Empunharam a cruz de savóia e foram em busca da vitória, tal qual os exercitos italianos de outrora... Foram eles que devolveram o sorriso aos meus lábios e de onde, se Deus quiser, eles não saíram até dia 6 de dezembro...

    ResponderExcluir
  2. Nesse campeonato você não pode dar ninguem como morto,e o Palmeiras é um exemplo disso,por mais que certos jornalistas da imprensa rebaixem certos times por alguns resultados negativos,o Atletico a mesma coisa mesmo perdendo o jogo de ontem vai brigar pelo titulo e a vaga na Libertadores.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, como o Marcos disse não foi uma vitória só do Obina foi superação de todo o time mas que Obina é melhor que Eto'o isso ninguem pode negar.

    Felipe

    ResponderExcluir
  4. RAgazza, Rina e Palestrino, Obina é legal.. ponto, eu gosto dele.. gosto pq é aquele cara gente boa, fanfarrão típico cara gente boa, que vc a todo momento chama pra tomar uma. Que ele novamente pare de fazer gols.. para não virar o nosso eterno carrasco.
    Parabéns pelo jogo de ontem, vcs mereceram

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto e maiúscula vitória!! O Goiás realmente não tem peso de camisa na reta de chegada, e foi atropelado! Nesta reta final, tem de ser assim todo jogo! As gozações e o tripúdio fazem parte, sei bem disso quando humilharam e menosprezaram o "Jason". Acho, penso eu, que tudo será decidido nas duas últimas rodadas, e ao que tudo indica, lágrimas de dor correrão juntas as lágrimas de alegria........
    Obs _ Para não ser hipócrita, falei que o Palmeiras tinha virado o fio na hora errada, mas ontem mostrou poder de superação e volta fortíssimo para a briga! Talvez as tres derrotas seguidas tenham servido para "alguns" (não uma minoria inteligente) baixar um pouco a bola, e reparar que tem de suar sangue, como disse o Goleiro Marcos !! Tem mais gente na briga, e gente de primeira grandeza! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Nem quando o Marcão não compromete eu sinto saudades! hahahaha

    Bela vitória do Palmeiras, mas ainda acho (e espero!) que vai tropeçar.

    OREMOS!

    ResponderExcluir
  7. Gente eu não sou o Palmeiras mas vivo em parcerias...kkkk.. E que qualidade, Rina, Palestrino e virão outros!!... Guria Alice foi o q fiz OREI mas não pelo tropeço dos outros, e sim pela gloria do meu Palmeiras... sei lá mas por ontem pensei q valeu mais apena!! Palmeiras minha vida é você!!

    ResponderExcluir
  8. Mantendo um post por dia, tudo bem !!! rsrsrs

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author