As duas faces da moeda.


Provavelmente, a Williams será a próxima casa de Rubens Barrichello na Fórmula 1. Pelo menos é o que afirma a versão portuguesa do site especializado Autosport. Caso confirmada, a ida do brasileiro para a escuderia de "tio Frank" pode ser encarada de duas formas diametralmente opostas: na visão mais otimista, a garantia de permanência na categoria deve ser recebida por Rubens como um prêmio. Afinal de contas, de piloto virtualmente aposentado no fim de 2008, o vice-líder do mundial passou à condição de um dos protagonistas do espetáculo, o que lhe rendeu uma sobrevida de no mínimo 2 anos - contando já com a temporada do ano que vem. Entretanto, se desconsiderarmos o momento difícil vivido no passado recente, a mudança de equipe, indiscutivelmente, representará um downgrade na carreira do piloto. Tudo bem que a Williams é - juntamente com Ferrari e Mclaren - uma das equipes mais tradicionais da Fórmula 1. Mas há um bom tempo não consegue resultados expressivos - leia-se vitórias e títulos. Além disso, vive às turras com problemas financeiros, principalmente por não ter vendido a alma a nenhuma grande montadora. Analisando por esse prisma, Rubens sairá da escuderia campeã do mundo para aventurar-se em uma incógnita. De potencial candidato ao título, voltará a ser mero coadjuvante. Falar de fora é fácil, porém talvez fosse a hora ideal de pensar em pendurar as luvas. Abraços!

Por Roberto Junior



5 comentários:

  1. RJ. Creio que o Barrichelo ainda tem lenha pra queimar. Precisa ver se a Williams virá competitiva para o próximo ano.

    ResponderExcluir
  2. Para quem nunca passou de promessa e depois de coadjuvante, ficar mais um ano na F1 tanto faz. Até porque se ele sair ninguém vai dar conta ou sentir a sua falta.
    Grande abraço.
    Ricardo Fernandes.

    ResponderExcluir
  3. A Williams vai mal das pernas há anos. Está na hora de voltar ao topo.

    ResponderExcluir
  4. Ele vai perder a chance de se
    despedir com uma bela retrospectiva
    esse ano...

    ResponderExcluir
  5. Para quem nunca passou de promessa e depois de coadjuvante, ficar mais um ano na F1 tanto faz. Até porque se ele sair ninguém vai dar conta ou sentir a sua falta.
    Grande abraço. (02) HEHEHEHEHE!!!

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo ao Zona do Agrião!


- Não deixe de Comentar;
- Aproveite para ser um de nossos seguidores;
- Mande suas sugestões;

Obrigado pela visita,

Equipe Zona do Agrião!

 

Flickr Photostream

Botafogo Flamengo Fluminense Vasco
Corinthians Palmeiras Santos São Paulo
Atlético MG Cruzeiro Grêmio Internacional

Twitter Updates

Meet The Author